No início do desenho, quando a nova dona de Woody, Bonnie, vai para seu primeiro dia de jardim de infância, ao fundo há uma cena rápida em que uma criança é deixada ali por duas mães. Mais tarde, as mães voltam para pegar sua criança que lhes dá um abraço. A cena é sutil a fim de dessensibilizar as crianças. Mas é óbvio que essa criança tem duas mães e elas estão criando juntas como se fossem pai e mãe normais.

O site Gay Times elogiou o desenho, afirmando que a cena é um momento pequeno, mas importante, no que diz respeito à inclusividade. O site 1MM concorda em que foi uma cena visivelmente pequena com o único propósito de tentar normalizar esse estilo de vida. Alguns membros da comunidade de blogs gays concordaram em que o momento “não foi inovador por nenhum padrão,” mas continuaram a elogiá-lo como um “pequeno momento de normalização,” que é exatamente o motivo pelo qual o 1MM considera isso tão perigoso.

Não foi mencionado muito nos principais meios de comunicação, o que pode parecer aceitação quando realmente foi porque aconteceu tão rápido. Mas a cena foi incluída e intencionalmente não anunciada antes do lançamento do desenho na esperança de que fosse mantida em silêncio para expor o maior número possível de crianças.

Muitas famílias provavelmente planejam assistir a esse desenho se ainda não o fizeram e serão surpreendidas com essa promoção sutil, mas óbvia, do estilo de vida LGBT. Sem mencionar que houve também no desenho um breve comentário sobre não se esconder em um armário. Algumas crianças podem não perceber essa referência de casal lésbico, mas foi extremamente desnecessário. Ambos foram breves e não precisavam ser adicionados ao enredo da estória.

Essas cenas apresentadas “num piscar de olhos” foram incluídas estritamente para fazer avançar uma agenda.

Toy Story 4 é o último lugar em que os pais esperariam que seus filhos fossem confrontados com conteúdo relacionado à orientação sexual. Questões dessa natureza estão sendo introduzidas cedo demais e depressa demais.

A Disney decidiu, mais uma vez, ser politicamente correta em vez de oferecer entretenimento familiar.

A Disney deveria se confinar só em entreter ao invés de impor uma agenda e expor as crianças a tópicos polêmicos.

Traduzido por Julio Severo do original em inglês da Associação da Família Americana: Disney Blindsides Families with Lesbian Scene in Toy Story 4

Fonte: www.juliosevero.com

Deixe seu Comnentário