O Que Eu Fiz

Sempre defendi os valores familiares que considero fundamentais para manter o equilíbrio na sociedade. Por isso, milito em favor de projetos com esse objetivo. Desta forma, ajudei a compor e faço parte do movimento Pró-Família, que realiza ações importantes em defesa da família maranhense.

Há muito tempo, luto pela dignidade das pessoas. Uma das maneiras de viabilizar a valorização do ser humano é por meio de ações que resgatem o sentimento de pertencimento e integração pessoal e social. Como parte disso, tenho lutado pela vinda da Ação Global para a região da Cidade Operária, a ser realizada na Uema, trazendo dezenas de serviços gratuitos desta importante ação do sistema S

POLÍTICA DE COMBATE ÀS DROGAS

Precisamos unir força contra este mal que afeta o ser humano e destrói vidas. Esta motivação me fez integrar a Rede Maranhense de Diálogos sobre Drogas (REMADD), um movimento que concede apoio a instituições de prevenção e combate às drogas e realiza ações de conscientização sobre o tema. Por este trabalho, fui um dos homenageados durante o Prêmio REMADD 2016.

 

CAMPANHAS EDUCATIVAS E SOCIAIS

O conhecimento nos faz ir além. Uso a minha vida para abençoar outras pessoas com o acesso à informação. Para isso, já idealizei algumas ações de grande alcance social. Uma delas foi o projeto Encontro com Cristo em 1999, que consistia em arrecadar alimentos de porta em porta e doar a instituições carentes, além de levar a mensagem de Cristo a milhares de pessoas durante 4 anos na praça Deodoro, em São Luís e outras cidades maranhenses.

Fui um dos pioneiros na entrega de sopão a moradores de rua na praça Deodoro, no ano 2000. Idealizei em 2005 e 2011, a Mobilização Cristã no Rádio, um cadeia de emissoras transmitindo a palavra de Deus de forma simultânea. Promovi a campanha na Estrada com Jesus, mobilizando mais de 250 pessoas para orar pelo fim dos acidentes em Campo de Periz e pela duplicação da BR 135, além de entregar panfletos com mensagens educativas a motoristas, pautadas na Bíblia.

MORADIA COMO INSTRUMENTO DE DIGNIDADE

Como assessor e coordenador do programa habitacional do SINDUSCON-MA, entre 2006 e 2013, participei da criação do programa Casa da Gente, que destinou mais de 7 mil moradias do PAR(Programa de Arrendamento Residencial) a famílias de baixa renda.

Coordenei a campanha Nacional Moradia Digna, que coletou assinaturas na praça Deodoro em defesa da destinação de recursos permanentes do Orçamento Geral da União para a habitação.

Idealizei o programa de qualificação de mão de obra Construir, que levou cursos gratuitos e encaminhamentos de empregos a centenas de trabalhadores.

Em 2008, implantei os Feirões Imobiliários no Maranhão, que passaram a oferecer moradia com condições diferenciadas, permitindo a realização do sonho da casa própria. Além disso, cooperei com quase 30 municípios para que o programa Minha Casa Minha Vida chegasse a quem precisava.

GESTÃO PÚBLICA EFICIENTE E DE RESULTADOS

Como coordenador municipal na região da Cidade Operária, na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, consegui algumas importantes conquistas para essa região que reúne mais de 250 mil pessoas, como a ponte da Interbairros Uema, e a ponte da Maiobinha, reforma de postos de saúde e iluminação pública.

Além disso, lutamos e conquistamos o tão sonhado asfalto novo e calçamento em bairros como Cidade Operária, Santa Clara, Riod, Vila do Gordo, Jardim América, Apaco, entre outros. Uma necessidade de mais de 30 anos hoje é uma realidade em diversas comunidades da área.

Conquistamos ainda outros benefícios importantes, como a drenagem da Santa Clara, que acabou com a inundação de mais de 500 moradias no bairro

CONQUISTA DE ESPAÇOS DE LAZER

Como defensor da importância de espaços públicos
de lazer consegui com o prefeito Edivaldo, por meio do IMPUR,
revitalizar uma área verde no Jardim América, transformando em um local familiar e esportivo. Batizei o espaço de Praça das Comunidades, e a sugestão foi aprovada por lideranças e moradores da região. Agora, a comunidade tem um novo ambiente para aproveitar os momentos em família.

Conseguimos finalmente depois de anos de luta, a revitalização da ciclovia da Cidade Operária e de outras áreas verdes do bairro.

 

DEFESA DO MEIO AMBIENTE

O lixão da Cidade Operária era algo vergonhoso. Graças a nossa mobilização, reunindo mais de 150 crianças e isolando a área com pneus, o lixão acabou. Para devolver o espaço à comunidade, promovemos um Festival de Pipas no local. E, além disso, a região da Cidade Operária ganhou dois Eco Pontos, que destinam adequadamente o lixo produzido pela população.